Heloisa Marra
: Heloisa Marra

Uma olimpíada tropical com atleta usando saia na campanha. Trópicos equilibrados com alfaiataria por Lenny Niemeyer, que apresentou o uniforme do time brasileiro de atletas na abertura e no encerramento dos jogos. Quem melhor definiu e posou com a roupa foi Pedro Gonçalves, da Canoagem: "ela traduziu com sutileza as cores do Brasil na estampa". Paulo Borges, coordenador do estilo olímpico, explicou a proposta e respondeu às críticas ao uniforme criado pela estilista Andrea Marques.

A C&A divulgou os uniformes oficiais de desfile do Time Brasil para as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos Rio 2016, em agosto. A entrevista coletiva contou com a participação do presidente da C&A, Paulo Correa; de Carlos Arthur Nuzman, do COB; Lenny Niemeyer, estilista responsável por criar os looks; e Paulo Borges, da Luminosidade, e ainda a participação dos atletas Marcus D'Almeida, (tiro de arco e flecha), Ana Sátila (canoagem), Pedro Gonçalves (canoagem) e Aline Silva (luta olímpica) na apresentação. Segundo o presidente da C&A, as roupas não serão vendidas nas lojas da marca.

atletamodelo

Na campanha da C&A um toque de gênero no visual de saia usada pelo modelo masculino. Enquanto a proposta de Andrea Marques para os uniformes que serão usados na entrega das medalhas foi duramente criticada e comparada a roupa de festa junina, as criações de Lenny agradaram.

pauloelenny

Paulo Borges sobre o projeto de Andrea Marques: 'Foi um equívoco de crítica e a foto foi mal feita'

Sobre a reação negativa aos uniformes assinados por Andrea, Paulo Borges observa: "Foi um equívoco de crítica. Eu não acho feio. A foto foi mal feita. Aqui na apresentação da Lenny eu fiquei de perto, mostrando como parar, como colocar a mão. Vestiram errado a roupa. O menino que vestiu a roupa era dois tamanhos maior."

"As redes sociais hoje são uma loucura, milhões de pessoas com uma opinião própria, um partido", continua Paulo Borges. "A foto não foi boa, o ângulo não era bom, mas era voluntário. Tudo bem que é voluntário mas não pode vestir uma roupa que fique justa, pois isso está destruindo a ideia da estilista. Você põe a roupa justa, a trança com uma fitinha... Vai compondo de um jeito que não é aquela imagem. As pessoas não participam dos processos. O uniforme não é uma criação, é um briefing. E no caso da Andrea, tem que usar de dia, tem que usar de noite, tem que usar na grama, na quadra, a roupa precisa cumprir vários objetivos".


Aline Silva, feliz com o estilo e na luta desde os 15

O belo sorriso da lutadora Aline Silva vestindo o uniforme de saia plissada, mostra que depois da olimpíada a roupa vai ter destaque especial no seu armário. "Expectativa? Não sobra tempo para isso. Até o dia da competição será um período de muito treino, de muito foco", diz.

aline

Desejo? "Quero reproduzir tudo o que tenho feito no meu dia a dia de treino, independente do resultado. Conseguir percorrer o caminho, cumprindo o que planejei já é uma vitória. A vida de atleta é definida de quatro em quatro anos. Eu sonho em um dia ser mãe. Programo isso de acordo com o ciclo olímpico. O dia que eu parar quem sabe. Para chegar lá e competir bem é toda a tua carreira que conta. Estou com 29 anos, estou na luta desde os meus 15", diz.

A C&A fará 1700 uniformes para os atletas

Paulo Borges contou que os atletas participaram muito da escolha do projeto da Lenny. "Apresentei projeto por projeto. Eu mostrava e só falava o nome no final. O da Lenny foi o último a ser apresentado. Eles debatiam e uma das atletas fez uma verdadeira defesa do uniforme. Foi muito emocionante. O projeto foi muito fiel ao que a Lenny queria. A C&A fará 1700 looks. Usamos matéria-prima brasileira, a Lenny acompanhou tudo, foi um trabalho muito cuidadoso", diz Paulo.

Misture, torça e celebre

campanha


A campanha "Misture, Torça & Celebre" para divulgar os uniformes oficiais de desfile do Time Brasil para as cerimônias de abertura e encerramento do Rio 2016 foi criada pela AlmapBBDO. Conectando moda e esporte, ela foi fotografada por Henrique Gendre, com os assistentes Pedro Bodick e Victor Rocha, styling de Pedro Sales, beleza de Raul Melo e Modelos Mariana Calazan, Samantha Heck, Alessandro Pierozan e Ed Saldanha.

As fotos contaram com a participação espeial de atletas como Leonardo de Deus, Chiuffa, e a dupla Duda e Luísa, que vestem o uniforme do Time Brasil, como se estivessem prontos para o início da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no Maracanã. Enquanto do outro lado, modelos vestem diversas peças com a estampa criada por Lenny Niemeyer, descontruindo o formato padrão do uniforme.

Time Brasil é a marca dos atletas brasileiros, de todas as modalidades, que representam mais de 200 milhões de torcedores. Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a delegação nacional terá número recorde nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Neste momento, a delegação tem mais 458 vagas garantidas, mas esse número ainda pode aumentar.


Receba nossa Newsletter!

 
amandas_heloisa_marra.png